Destaque

A velocidade das vontades.

Não é incrível a velocidade que a gente pensa, no tanto de coisa que a gente quer, no tanto de vezes que a gente muda de opinião, de caminho e de planos.

Como é tão difícil manter o foco nos objetivos. Parece que tudo vem ao mesmo tempo, o que a gente quer para o futuro, para o final de semana, e para as próximas horas.

Parece que a gente fica preso num lapso temporal infinito, tipo nossos erros, nossas vontades, nossas prioridades, necessidades.

Mas derrepente vem aquele pensamento que do nada te faz viajar. E aos poucos vai te levando para outro caminho. O pensamento vira vontade, mais tarde vira desejo mais tarde ainda vira seu objetivo de vida.

Loucura isso.

Anúncios

A arte de ser único

Todos temos talento, cada pessoa possui algo de especial, o que muitas pessoas não sabem é reconhece-lo. Muitos escondem e acabam enterrando o que poderia dar sentido á sua existência.

Tantos artistas, tantas palavras, pensamentos, músicas que não saíram da imaginação, tantas histórias relatos que poderiam fazer a felicidade de outras pessoas. A nossa vida tem sentido quando conseguimos transmitir para o próximo o que à de melhor em nossa essência.

O que as pessoas fizeram para o mundo ficar tão chato. Chato no sentido que estamos ficando padronizados, estamos nos moldando ao que é igual. As pessoas estão cada vez mais iguais as outras.

Os mesmo pensamentos, as mesmas roupas. A insanidade de estar sempre copiando, imitando e criando máscaras. Uma cópia de uma cópia, e logo estamos virando um amontoado de pessoas inúteis.

A obsessão por seguir, está criando uma nova geração de pessoas. De robôs. Tudo é repetido, copiado, multiplicado. Por isso estamos perdendo a beleza e a naturalidade das coisas.

Quando algo é diferente, quando existe alguma coisa fora do padrão, algo único.

Existe uma arquitetura quase mística que envolve a criatura. Algo que é raro, que não existe. Algo que te faz parar, e sentir, que nem você consegue explicar.

Quando você arrepia, ou quando algo te faz pensar, ou te emociona de alguma maneira. Seja uma canção, talvez uma frase, ou uma reflexão, que não se mede por palavras mais por cada fibra que se move no seu corpo ao entrar em contato.

Isso pode ser Deus querendo falar pra você seja verdadeiro. Ainda somos únicos, mas cada vez que não aceitamos nossos defeitos, nossas imperfeições, ficamos distantes do magnífico, sendo que são os defeitos que nos tornam uma raridade.

Somos a imagem e semelhança do criador, e ele criou coisas extraordinárias. O céu o mar as estrelas, a lua o sol. Cada uma destas obras com sua beleza particular. Cada coisa nesse mundo é uma manifestação divina. Nada é mais ou menos importante, o esplendor está em cada diversidade.

Você pode até não acreditar em Deus, mais como você explica a sensação de caminhar pela manhã, observando cada detalhe do seu trajeto, vendo a natureza, ouvindo o barulho das árvores, o cantar do pássaros, tudo em uma perfeita harmonia apesar de tudo que fazemos.

As muitas cores que envolvem a nossa vida, o nosso dia, as pessoas que estão ao nosso redor, o abraço sincero, uma palavra amiga, um bom livro. Até as coisas que nos chateiam, tudo isso é uma arte. Cada qual com sua beleza, e sentimento único.

Só um artista para criar algo tão fantástico, só Deus para produzir tamanha obra prima. A beleza de uma obra está na sua concepção única, em ser diferente de todas as outras.

Quando alguém o imita, ou tenta fazer algo parecido, o encanto se perde, o brilho se acaba e o que era belo, se torna falso, amaldiçoado e barato.

Uma condição confortável

Nesses últimos tempos tenho aprendido bastante, li em algum lugar que o tempo é senhor de tudo, acho que é bem verdade isso. O tempo me ensinou a me refazer, a mudar de opinião, a sempre buscar uma versão melhor de mim.

Por um período da minha vida achei que tudo era como era, e mudar seria uma perda de tempo. Descobri nessa fase que o pior defeito do ser humano é ficar parado, ser acomodado.

A comodidade é um gigante que te obriga a fazer sempre as mesmas coisas, e se você quiser mudar, ele vai te machucar, fazer com que você sofra física e psicologicamente. Então mudança significa ter que enfrentar esse gigante de frente.

Que vai te bater, pisar e mostrar o quanto você é fraco. É inevitável ele é um adversário difícil de vencer. Enfrentando meu gigante descobri que ele tem um ponto fraco. Descobri que com o passar do tempo ele vai se cansando. Dia após dia ele vai perdendo a força.

E cada dia que passa ele vai ficando menor, diminuindo, diminuindo até sumir. É pena que não existe só um, aliás existem vários, e cada dia que passa somos obrigados à enfrenta-los.

Mais enfreta-los é uma opção, ou lutamos contra eles e mostramos quem manda na nossa vida, ou eles nos farão reféns de nossos próprios medos. Pode ser dolorido mudar, mas acredito que dolorido mesmo é ficar parado olhando o tempo passar.

A vida e o livro

Já passou pela sua cabeça escrever um livro?. Imagine, você quer escrever um livro, e espera que ele fique maravilhoso, que seja fantástico, que fará os leitores viajarem.

Você escreve uma, duas, três vezes, não contente com que escreveu rasga o papel tentando encontrar as melhores palavras, tentando encontrar sintonia e coerência em cada paragrafo.

E por muitas vezes escreve e não vê sentido no que está no papel, apaga e começa tudo outra vez. Quantas vezes escrevemos, apagamos e escrevemos de novo, porém muito do que fazemos é uma busca pela perfeição.

Reescrendo sistematicamente até encontrarmos o texto perfeito. No entanto o que acontece na verdade, é que na maioria das vezes não encontramos as palavras certas, e desistimos antes de terminar. Bom, nossa vida também é a assim.

Perdemos muito por tentar escrever histórias excepcionais, tentando viver coisas inusitadas e extravagantes sendo que, as vezes a melhor aventura seja um simples final de semana em casa.

A vida na real é feita de momentos, uns mais intensos outros mais tranquilos. Talvez você queira enfeitar, escrever sua história com as melhores viagens, com os melhores personagens numa aventura fantástica.

E se essa for sua vontade, está certíssimo mas, gosto de pensar que nossa vida pode servir para melhorar a vida de alguém, e pra mim o que é realmente importante nesse contexto é, que mensagem você vai deixar, quem vai querer ler sua história, um livro só é bom se tiver sentido no final.

Uma história de verdade e aquela que depois que você lê, começa a ver o mundo de uma outra perspectiva.

A ignorância do homem

Fico abismado em como podemos ser tão confiantes do nosso julgamento. Como afirmarmos sem mesmo conhecer. Como nossa mente trabalha a favor das nossas verdades.

A desinformação é o mal do momento, muita gente acredita que estar convicto de suas ideias já é o bastante. As explicações mirabolantes são surreais. Veja bem, as pessoas pensam que sabem, tendo certeza ou não, fazem questão de espalhar a sua mensagem sem qualquer pudor.

Até um tempo a trás pensava que a ignorância era uma bênção, mas olhando hoje acho que é uma maldição. Nos julgamos superiores a certas pessoas pelo nível de instrução. Porém a ignorância delas não nos faz melhor, mas nos torna pior por não faze-las enxergar.

É difícil ouvir barbaridades que não concordamos, mas por uma questão de defesa acabamos concordando para não haver conflito. Assim preferindo nos omitir.

Não é culpa do indivíduo pensar diferente da gente, mesmo que seja muito incoerente com a realidade.

As vezes as diferenças nos mostram um outro lado que a gente acaba esquecendo.

Nossa cabeça muda, até alguns anos a trás não pensavamos como hoje. Nossos pensamentos e ideias evoluíram, talvez a gente precise ter um pouco mais de paciência com os outros.

Cada um tem seu tempo para evoluir, e quanto mais a gente ignorar, mais tempo essas pessoas vão levar para evoluir. Mesmo que não mude em nada, mostrar para as outras pessoas no que acreditamos é fundamental para construirmos melhores pensadores.

É preciso questionar e fazer com que as pessoas questionem também. Quando a gente parar de repetir e buscar o conhecimento real das coisas e a partir daí criar uma opinião própria, quem sabe nesse dia as coisas não tomem um novo rumo.

Violência gera violência

O mundo está cheio de visionários, de gente que enxerga além dos meros mortais. O problema dos visionários é que eles tem dificuldades de enxergar além de sua própria visão, assim esquecendo que existe mais de um ponto de vista.

A falta de humanidade hoje me apavora, cada vez mais aparecem pessoas querendo impor seus pensamentos e ideias, e simplesmente se esquecem de ouvir as opiniões das pessoas que pensam diferente.

Não é um absurdo, você querer impor suas ideias e querer que todos aceitem como se não tivesse uma outra visão dos fatos. A verdade é que não ligamos para as opiniões contraria a nossa ou fazemos questão de não ouvir o outro lado.

Estamos sempre querendo impor nossa visão como se fosse a única verdade, porém isso só trás conflito à discussão. Se existe um problema ou discussão, deve-se analisar todos os lados para que não haja desigualdade para ambas as partes.

Lembrar que toda divisão gera conflito, e toda união gera harmonia é essencial. Nesse sentido quando o indivíduo é incapaz de ter o mínimo de impatia, no caso de se colocar no lugar do outro, essa divisão só aumenta, causando mais e mais conflito.

O conflito causa diferentes reações dependendo de pessoa pra pessoa. Dependo do estado emocional e do quanto o conflito reflete em sua vida, pode-se chegar em um estágio extremo.

Estágio esse que vai de uma agressão verbal para um sair no tapa, de um mano a mano até um óbito, que infelizmente é o que mais acontece.

Quando se opta pelo diálogo pela impatia, quando sentimos a dor do outro conseguimos enxergar além de nossas ideias. Ampliando assim o conhecimento daquilo que achavamos que era o certo.

Na realidade todos os lados tem sua razão e devem ser respeitados, se todos se unirem em volta de um respeito a todas as ideias e pontos de vista, sempre haverá paz. Porém se os mesmos optaram pela divisão de ideias, corre-se um grande risco de encontrar mais e mais pessoas em seus estágios extremos.

Quando nos damos conta que todos somos diferentes e pensamos diferentes, e é isso que nos une e nos torna humanos, talvez possamos encontrar a paz que à tanto tempo estamos procurando. Precisamos de pessoas que nos una, e não que nos separe, somos perfeitos em nossas diferenças.

Se a gente nasceu diferente um do outro com características físicas e psicológicas diferentes, por que ainda insistimos em querer que as pessoas pensem o mesmo que a gente.

Oportunidades

Estamos tão cegos no nosso mundinho que não percebemos as oportunidades passarem pela nossa vida. As vezes é uma cina, tem coisas que você sabe que é pra você, que tem tudo pra dar certo, mas o medo muitas vezes acaba nos paralisando.

É triste saber que somos tão convardes frente aos desafios. Tem horas que é preciso alguém chegar e mostrar as oportunidades que estamos perdendo, e mesmo assim somos capazes de inventar alguma desculpa.

A gente gosta de pensar que sabemos o melhor pra gente, que temos o controle de tudo, quando na realidade somos levados por um conjunto de forças externas.

Quantas vezes você fez coisas que não queria, quantas vezes suas escolhas na realidade não eram suas. Quantas vezes realmente você quis de coração algo que não dependeu da aprovação de ninguém.

Você vai perceber que as nossas escolhas vão sendo apresentadas a nós, e que dificilmente a gente decide alguma coisa sozinho.

Estamos tão perdidos em nossas vontades que mal conseguimos escolher um filme na netflix, a procura pelo filme dura mais tempo que o filme em si. Talvez essa doença de criarmos expectativas demais nas coisas esteja sempre nos frustrando.

Estamos esquecendo de experimentar, de apenas ver como é que é, de seguir nossa intuição. De viver aquela frase “As melhores coisas acontecem quando a gente menos espera”

Estamos com tanto medo de arriscar, de fazer escolhas e nos arrependermos depois, que precisamos nos apoiar em outras pessoas para nos sentirmos seguros.

Acredito que somos o reflexo dos nossos pensamentos, mas muito do que somos é também os pensamentos de pessoas próximas a nós, por isso precisamos nos atentar.

Uma opinião contrária pode muitas vezes te desanimar de um objetivo que pra você parecia ser o certo.

Talvez o que a gente precise é parar de pedir opinião, viver a nossa vida e não a vida que as pessoa querem pra nós. Olhar nossa vida de fora e enxergar o que não estamos conseguindo ver.

Repensar as atitudes que nos levaram até aqui, redefinir se as oportunidades não chegam até a gente ou se a gente faz questão de não enxerga-las. Abrir os olhos para enxergar nosso interior, por que o erro na maioria das vezes não está no mundo, está em nós.

Tempo e reflexão

O tempo tem passado rápido, tão rápido que fica difícil de acompanhar. Nesse meio de tempo tenho pensado no tanto de tempo que tenho desperdiçado.

O tempo nos proporciona tantas coisas, nos da o conhecimento, trás experiências, histórias, tristezas, alegrias. O tempo transforma, modifica, age sem distinção de gênero, classe ou espécie.

O tempo corre na nossa fibra, na nossa veia, e passa, passa tão rápido que me pego pensando no tempo que não volta mais.

Por vezes viajamos em outras realidades, outras vidas, outras histórias, acontecimentos e um monte de coisas que não vão nos levar a lugar nenhum.

Ficamos presos por horas nesses aplicativos que agem como cocaína, e sem perceber nos tornamos usuários fiéis dessa droga pesada.

O tempo vai embora com coisas básicas como dormir, trabalhar, estudar e o pouco tempo que nos resta somos consumidos por essas máquinas de consumir nosso tempo.

Gastamos tanto tempo atoa que nos esquecemos que o tempo passa. E tem coisas que se não fizermos no tempo certo, as dificuldades se apresentarão de uma forma mais dura em nossa vida.

O tempo pode ser cruel se você não aproveita-lo, usar o tempo para construir algo que nos realize como pessoa é essencial para que não sejamos vítimas da nossa própria perda de tempo.

Tudo é tempo. Tudo leva tempo, e se a gente não valorizar cada segundo, o tempo vai passar, e quando nos dermos conta a única coisa que vai sobrar, é a vontade de voltar no tempo.

Tentativas

A gente faz tanta cagada na vida, que por mais que a gente tente corrigir, por mais que a gente mude, elas ficam empreguinadas na gente. Parece que a gente mergulho no coco e o cheiro ficou grudado, não some, a gente sai de casa e tá com aquele cheirinho de merda acompanhando a gente.

E por mais esforço que a gente faça, por mais que a gente se lave, e tente esconder essas cagadas, elas sempre vão estar presente na nossa caminhada.

Apagar essa parte da nossa vida é um erro, por que foram essas cagadas que nos tornaram a pessoa que somos hoje. E por algum motivo a gente aprendeu a olhar para os lados e ver se não tem nenhuma merda por perto. Tentar esconder o passado e mostrar as pessoas, a pessoa maravilhosa que somos hoje, é a mais pura perda de tempo.

Somos humanos e como condição da nossa espécie somos especialistas em fazer cagada. E se você não fez, relaxa, você ainda vai fazer. Essas cagadas servem de alerta para nos orientar e nos mostram para onde não devemos voltar. O Erro faz parte do aprendizado.

Sabe quando você é criança e vai no parque de diversão, não tem aquele jogo de acertar o alvo. A vida em alguns aspectos pode ser comparado com aquele jogo.

Todo mundo que joga esse jogo quer acertar o alvo, e você tem algumas tentativas, nem sempre você vai acertar de primeira. As vezes você pode errar na primeira e acertar na segunda, errar as duas primeiras e acertar na terceira ou sei lá, talvez nunca acerte.

Você pode deixar para lá, ou falar que bosta de alvo é esse, não é possivel que eu não vou conseguir acertar essa merda, e tentar até esgotar sua sanidade mental. Mas enfim, eu realmente acredito que vale muito a pena errar mil vezes só para poder acertar uma.

Quando você consegue um objetivo suado, sofrido, chorado que nem mesmo você acreditava que iria conseguir, isso faz com que todo esforço tenha válido a pena. Que alguma coisa tenha feito sentido nessa vida. Por quê a vida vai te dar muitas oportunidades para você tentar.

Então use a quantidade de merda que você acumulou em sua vida e tente até acertar essa porcaria de alvo pelo menos uma vez.